:: Dublin, dia 12 – Turismo Religioso

Olá viajantes, saudações!

(Fonte da foto: http://en.wikipedia.org/wiki/Trinity_College,_Dublin)

Hoje foi um ordinary day (dia comum :)) aqui em Dublin. A temperatura estava boa, na casa dos seus 09 graus, e fomos caminhando para mais um dia de aula, que a partir dessa semana começa as 09:00 ou 05:00 da manhã no Brasil. Que beleza, heim?Imaginem aí, como será a minha adaptação quando voltar…

No final da aula, eu, Caetano e Gil (é como nos chamamos, agora), fomos ao Trinity College. Uma faculdade quase da idade do Brasil, fundada em 1592 pela rainha Elizabeth.

Que posso dizer dessa faculdade? FANTÁSTICA!!! INCRÍVEL!!! INIMAGINÁVEL!!!

Gente, é grandiosa! Dá gosto estudar nela. E sabe que os estudantes sabem disso? Não existe um cartaz, uma pixação, nada, absolutamente nada quebrado.
E nós passamos horas nessa faculdade.

Até presenciamos um protesto, sim. Alguns estudantes, absolutamente em silêncio, segurando uma faixa, protestando sobre qualquer coisa, recolhendo assinaturas.
Igualzinho a USP, não
?

O que me leva a inevitável pergunta: Por que não? Nossas faculdades também são maravilhosas, são patrimônio para as nossas futuras gerações, por que depredar??? Isso não é liberdade de expressão!

Voltando (DDA, lembram ;)), a universidade, o campus, é maravilhoso (fotos em breve), mas sem dúvida, o que ela tem de mais especial, é a sua biblioteca ser a guardiã do livro de Kells.

O livro de Kells é um manuscrito escrito por volta dos anos 800 D.C.  por monges Celtas, considerado pelos especialistas um dos mais importantes resquícios da arte religiosa medieval.

Ele contém os evangelhos de Lucas, Mateus, Marcos e João (sendo este último, imcompleto).
O livro tem esse nome (Livro de Kells), por ter sido lá, durante a idade média, o local da sua guarda.

Depois, com a invasão dos vikings e outros acontecimentos, além da tentativa de destruí-lo, o livro rodou, rodou e veio para Dublin, para a Trinity College, por volta dos anos de 1600, onde permanece em exposição permanente na velha biblioteca até hoje, raramente saindo.

Infelizmente não é possível fotografar o livro ou a biblioteca, que é a maior da Irlanda, com mais de cinco mihões de livros disponíveis para pesquisa, dentre eles, muitas raridades.

A exposição é bem organizada, com áudio-guias em vários idiomas (não ter português), panfletos, pituras, posters e vídeos reproduzindo as técnicas da época. A histótia dos missionários e como eles reproduziam o livro para disseminar o conhecimento e semear o evangelho,… E assim vai até chegar aos quatro volumes do livro.

Confesso que quando o vi, depois de ler o que ele passou, me emocionei.

Além da do livro de Kells, a biblioteca oferece exposições temporárias, e este mês está sendo dedicado a França.

Então vi manuscritos de Descartes, livros de Pascal e até, acreditem, um desenho da construção do Museu do Louvre.
Entendam por “desenho” uma fotografia manuscrita, pois o desenho mostrava a construção do Louvre acontecendo, então tinham os maquinários (se podemos chamar assim), e muitos, mas muuuitos peões.
A “fotografia” feita à mão livre data de 1600 e poucos.

Também há o primeiro dicionário Francês, dedicado a Luís XV.

Enfim, a história da França ao alcance dos olhos.
Isso só me instigou mais a estudar essa cultura, que adoro cada dia mais.

A entrada está custando EUR 09,00,  EUR 8,00 estudante e EUR 24,00 família (dois adultos, duas crianças) e, mais uma vez, presenciei os irlandeses levando seus filhos, em tenra idade, e explicando, pacientemente, o que significavam aqueles livros.

Lindo de se ver.

É isso, pessoal.
Depois posto as fotos pois my battery is down

Uma última pergunta: Será que o iPAD viverá tanto tempo assim?

Afim de ilustrar o post, coloco fotos do livro que consegui na Internet, todas retiradas daqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Book_of_kells

Abração!

R.M.

In God we trust!

2 comentários sobre “:: Dublin, dia 12 – Turismo Religioso

  1. Se um é Caetano e o outro é Gil.. Então você é Gal Costa.. Ou você prefere Maria Betânia? hehehe Brincadeira, cara!

    Muito massa o prédio da Faculdade.. E a história do livro também é interessante.. Não conhecia.

    Agora me responda.. Você aprendeu algo em irlandês?

    • rsssss Que isso, rapá! rssssss
      Eu sou o 3 elemento! rssss

      Rapaz, o predio da faculdade eh so um pedaco. O campus eh enorme.
      Vale a pena! Vou tentar postar as fotos em breve.

      O livro tmb nao conhecia, confesso. Foi o Gil quem falou sobre ele e insistiu na visita, o qual serei eternamente grato.
      Vc e seu pai se fariam, pois foi escrito em Latim.

      Quanto a palavras em Irlandes, aprendi essa:
      I Dia tá súil againn!

      Abracao! e obg pelo comment.

      R.M.

      In God we trust!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s