A TAM pratica tarifa mais cara para os Brasileiros

Caros amigos viajantes,

Parece que brasileiro é mesmo um dos povos mais ricos do mundo mesmo e por isso merece pagar mais caro em tudo.

Viajar dentro do Brasil é caro, mas só para os Brasileiros. Para os “gringos” é tranquilo, bem mais barato.

Vejam esta reportagem do Infomoney relatando o total desrespeito por parte da TAM, fazendo os consumidores brasileiros de otários.

———————————————————————————————————–

Associação entende que as multinacionais tratam os consumidores brasileiros com desrespeito

Proteste pede providências para caso de passagens aéreas da TAM
SÃO PAULO – Nesta quarta-feira (17), a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor enviou ao DPDC (Departamento de Proteção ao Consumidor) um ofício denunciando e pedindo providências contra prática abusiva por parte da TAM.

Na última terça-feira (16), a companhia aérea estava ofertando passagens mais caras no site em português, do que na página em inglês. Um bilhete saindo de Brasília às 17h54 e com chegada ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo, às 19h28 custava R$ 663, no site em português, e US$ 89,57, o equivalente a R$ 179, no portal em inglês. A diferença entre o preço das passagens era de 270%.

Em relação ao retorno, também havia distorção no preço. Uma passagem com saída do aeroporto de Viracopos, em Campinas, às 14h57 e chegando a Brasília às 16h25, custava R$ 391, na versão em português do site. Já no site em inglês, o preço era de US$ 118,57 (R$ 237,14), gerando uma diferença de 34,5%. No total, os dois trechos sairiam por R$ 1.054 no site em  português e por US$ 208,14 (R$ 416,28) no site em inglês, uma diferença de 153,19%.

Site em inglês da empresa oferecia passagens aéreas mais baratas do que o portal em português (Divulgação)

Site em inglês da empresa oferecia passagens aéreas mais baratas do que o portal em português (Divulgação)

Direito do Consumidor
O artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor determina que não se pode estabelecer valores diferenciados para a mesma aquisição de serviço. De acordo com a coordenadora institucional da Associação, Maria Inês Dolci, quando o consumidor se depara com uma situação como a da TAM, prevalece o menor valor. “Os consumidores podem tentar uma reparação”, explica.

A Proteste ainda acredita que essa prática é repetida por outras multinacionais, que tratam os consumidores brasileiros com desrespeito aos direitos, o  que não ocorre em outros países. Além disso, o mercado competitivo no exterior faz com que a empresa seja obrigada a baixar os preços para ter cliente, cenário diferente no Brasil, uma vez que existem poucas companhias aéreas.

Procurada pelo Portal InfoMoney, a TAM informou que ocorreu um erro, que já foi corrigido, no sistema de disponibilização de tarifas causando um diferença nos preços nos sites do Brasil e do exterior. “Vale ressaltar, porém, que a TAM trabalha com o conceito de composição dinâmica de preços, tanto no mercado brasileiro quanto no exterior. Sendo assim, o que determina o valor das passagens é a demanda de cada perfil de passageiro e a oferta disponível, o que pode variar de acordo com cada mercado”, explicou a empresa.

Texto original em: http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/planeje-suas-financas/noticia/2737786/proteste-pede-providencias-para-caso-passagens-aereas-tam

Um comentário sobre “A TAM pratica tarifa mais cara para os Brasileiros

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s