Compras em Orlando e Miami: Minhas Impressões

Olá amigos leitores, saudações! E então, gostando dos posts sobre a Disney? Espero que sim.

Hoje vou escrever um pouco sobre o outro motivo da maioria das pessoas visitarem os Estados Unidos: as comprinhas, lógico.
Eu confesso que quando comecei a planejar a minha viagem, dos 20 dias que passei nos USA tinha reservado dois para compras. Isso mesmo, dois dias. Mas o motivo era simples, o meu objetivo não era fazer compras, era me acabar nos parques. No fim posso dizer que a programação furou e fui “obrigado” a gastar mais uns diazinhos de compras, rsss. E hoje vou escrever sobre as minhas impressões, um pouco sobre os preços que encontrei, essas coisas. Ou seja, nada mais do que minhas impressões. Até porque tem uma frase que gosto muito que diz que “Colecione momentos, não coisas” e eu procuro adotar esta frase sempre que posso. Então já adianto que não fiz grandes compras, celulares super-modernos, tablets de última geração, câmeras poderosas, e não é que eu não goste, eu gosto, sou geek.
Mas infelizmente são coisas que você tem mas não pode andar com tranquilidade com eles aqui no Brasil. E para comprar e o “dono” levar, eu prefiro não ter esta raiva.

Ok, lá vou eu divagando… Vamos às compras!

O que eu comprei na minha viagem para Orlando?

Como falei eu adoro eletrônicos, mas com o dólar em alta, os eletrônicos que eu queria comprar não estavam com preços tão atraentes e acabei desistindo. Veja alguns preços aqui. Então acabei focando em outras coisas que gosto muito: roupas e tênis e destes posso falar com certa propriedade.

Tênis. Os preços de tênis mais baratos que encontrei foi no Outlet da Adidas e na loja Foot Locker, ambos na Orlando International Premium Outlet da Av. International Drive. Sabe aqueles tênis que custam R$ 999,99 aqui no Brasil? O Springblade e o Mizuno wave Prophecy? Pois lá estavam custando US$ 149,00; isso mesmo, pouco mais de 1/3 do que se cobra aqui. Tênis original, lógico. Qual a mágica? Só perguntando aos lojistas, amigo. Mas te digo com certeza que nunca, jamais comprarei um tênis pelo preço de uma passagem aérea, de um aparelho de ar-condicionado, de quase dois salários mínimos. É um abuso! Isto ocorre muito no Brasil e é um saco!

Roupas. Roupa é um capítulo à parte. Nas Premium Outlets você irá encontrar muitas, muitas lojas de grifes adoradas pelos brasileiros para se divertir. Veja aqui a lista completa das lojas da Premium Outlet da International Drive e comece a fazer a seleção das que você vai visitar. Aeropostale, Polo Ralph Lauren e Tommy são as preferidas dos brasileiros e vivem lotadas. Sabe aquelas liquidações de 01 de janeiro das Casas Bahia? É mais ou menos daquele jeito. Sério.
A minha dica é: chegue cedo!!! encontre as araras arrumadinhas, as roupinhas dobradas e… roupas com seu número. Sim, pois podem acabar rapidamente se você usar um tamanho padrão.

Eletrônicos e Celular. Bom, como falei eu fui às lojas de eletrônicos, especialmente a procura de encomendas e de jogos de PS para mim. A Best Buy, TigerDirect, CompUSA e Wal-Mart (sim, o supermercado) foi onde encontrei os melhores preços, porém eletrônicos mais antigos (para os padrões americanos) são difíceis de encontrar, alguns até somente por encomenda. Cito o Xbox 360, o Galaxy S4 e cabos adaptadores para iPad 3ª geração. Foram itens dificílimos de encontrar. Em algumas lojas me disseram que só comprando on-line, pois nas lojas físicas não tinha mais. E é por ai mesmo.
Quanto ao celular, eu fui determinado a comprar o Moto G, que estava com um ótimo preço nos USA e caro aqui no Brasil (hoje estão equivalentes). Encontrei no primeiro dia de compras na loja Eletronics Outlet, com dois chips, capinhas extras, do jeitinho que eu queria; mas estava US$ 20,00 mais caro do que no Best Buy (vi no site). Dai não comprei. Resolvi que compraria no Best Buy.
Resultado: fui em TRÊS Best Buy e o celular estava esgotado. E quando voltei para a loja no outro dia para compra, pergunte se tinha: tinha? Lógico que não. Então aqui vai a minha primeira dica: Viu? Gostou? COMPRE!!! Não deixe para comprar depois, na volta, etc., especialmente se for roupas e bolsas, porque você corre o risco de não conseguir mais. No meu caso, por causa de míseras 20 doletas. Gastei mais em gasolina, só procurando.
E sim, encontrei o Moto G em Miami, quase US$ 100,00 mais caro do que na loja de Orlando. Aliás, aqui fica a minha segunda dica: os preços em Orlando estão melhores do que em Miami, a exceção das grandes lojas e de departamentos, que costumam cobrar os mesmos preços.

iPhone. Eu não fui à loja oficial da Apple, na verdade não gosto da filosofia de arquitetura fechada do produto, mas sei que 9 de 10 brasileiros quando se fala em USA já associam a trazer um iPhone, iPad, iThing. Um amigo meu acabou de chegar de Orlando e ele sim é louco pela Apple e ficou na fila, de madrugada, para comprar um iPhone 6 e comprou. Está usando aqui no Brasil sem o menor problema e está feliz da vida.
Mas foi como ele falou: foi para a fila de madrugada para comprar.
Se você vai ficar mais que dez dias em uma mesma cidade, cogite comprar pelo site e receber no hotel. Na Internet tem muitas dicas de como fazer isto.

image

Lego, Frozen, Brinquedos em geral. Covardia. Eu sou maluco por Lego. Mas também acho um abuso os preços cobrados no Brasil deste fantástico, maravilhoso e educativo produto. Por mim seriam isentos de impostos. Bom, os americanos são loucos por Lego. Tanto que Orlando tem um parque temático só de Lego, a Legoland Eu também sou louco por Lego e muitos legos que custam por aqui R$ 50,00, R$ 70,00, lá custam US$ 9,00. Poxa, um dos Legos que comprei foi este Barco do Senhor dos Anéis por US$ 90,00. Sabe quanto ele custa no Brasil? R$ 402,00. Então era engraçado. Eu voltei a ser criança na loja do Lego.

Eis alguns preços que encontrei por lá:

IMG_0456IMG_0457IMG_0458

IMG_0459

A filinha para entrar na loja do Frozen, no Holywood StudiosFrozen e Brinquedos em geral. Estas foram as encomendas que me deram mais trabalho. Isto porque foram para uma menininha de 07 anos que é o amor da minha vida, então eu sequer podia cogitar decepcioná-la. Mas por mais que eu tenha “estudado” os My Little Pony, Como Treinar seu Dragão, Equestria Girls e o tal do Frozen, a variedade é tão grande que eu fiquei confuso, travei, sem saber o que comprar. Mas se você sabe o que comprar, aliás, se você quer comprar itens Frozen, vá para o Hollywood Studios, pois é lá que fica a loja oficial do desenho. Quando eu fui, com fila para entrar, lógico. Não espere promoções, pois além de estar dentro do parque é a loja oficial, então tem um ágio, mas mesmo assim você compra bastante coisa depois fica brigando para colocar na mala.

Já os outros brinquedos que citei, encontrei com ótimos preços na Toys R Us e nos Wal-Mart da vida.

Malas e bagagens. Outra coisa que é muito mais barato lá do que aqui. A loja oficial da Samsonite, no Premium Outlet tem preços maravilhosos, mas eu comprei as minhas malas na Wilsons Leather por ótimos preços. Aliás, não só de malas. Para quem gosta de couro, esta loja é o lugar.
O que você verá (e provavelmente fará) serão brasileiros levando as malas vazias e enchendo enquanto compram nas lojas. Na minha opinião, melhor que carregar sacolas. Então não se acanhe. Leve as suas malas ou compre no primeiro dia e vá enchendo. Só não vale esquece-las, ok?

Segurança. Estão se espalhando as notícias de turistas que foram roubados nos estacionamentos dos outlets, a maioria teve carros arrombados. Graças a Deus eu não tive este problema, tampouco conheci quem tivesse, mas pelo sim, pelo não, tomei algumas precauções, que já tinha lido em outros sites. Coisas simples que já adotamos aqui no Brasil, tipo: não deixar as sacolas dentro do carro, à vista e sim guardá-las na mala do carro. Estacionar, sempre que possível, o mais próximo da entrada ou dos postos de guarda dos seguranças. Comprou eletrônicos? Vá direto para o hotel. Não pare nem para comer. Li relatos de turistas que foram seguidos quando deixavam as lojas e numa parada para outras compras tiveram o carro arrombado. Sim, os golpistas estão de mais de olho nos eletrônicos. Eu até fui seguido sim, quando sai de um Outlet, só que quem me seguiu foi a polícia. Eu não sabia e foi um dos momentos mais tensos que vivi.
Mesmo assim eu ainda estava meio descrente disso tudo, só que no último dia de compras, em Miami, quando saía da Best Buy com alguns eletrônicos o segurança me abordou e deu a dica: “está indo para o hotel ou ainda vai passear no shopping? Vá para o hotel!” falou enfaticamente. Acrescentou dizendo que estavam arrobando os carros e mandou colocar as compras na mala. E assim o fiz.
Veja bem, medo de ser assaltado a mão armada, motoqueiros, etc., eu não tive. Pois sabia que a cada esquina tinha um carro da polícia. O problema mesmo são os arrombamentos.

Minhas dicas para suas compras em Orlando e Miami

Cupons de desconto
Antes de viajar entre nos sites das lojas, dos shoppings, dos outlets e imprima seus cupons de desconto. Leve e use. Não tem dificuldade nenhuma, o desconto é real e sem enrolação. É só apresentar e pronto.
Alguns shoppings oferecem um “cupom VIP” que você compra por 5, 10, 15 dólares, não mais que isso. Vale a pena? Depende do quanto você pretende gastar. Eu ignorei minha própria dica, gastei um $$$ na Lacoste e só depois vi que se tivesse comprado o cupom VIP teria, não só recuperado o valor, como economizado mais uns trocados. E como falei não tem enrolação. Eles te deixam ver o cupom antes de você comprar. Ou seja, você sabe onde e quanto você terá o desconto, caso resolva comprá-lo.

Olho nos seus pertences
Você vai se encantar com os preços, com a variedade, querendo provar tudo e pode dar uma bobeira. E nessa hora você vê sua feliz tarde de compras se transformar em um chato pesadelo. Não se preocupe que ninguém vai tomar da sua mão e sair correndo (pelo menos não dentro dos shoppings); às vezes nem existe má fé, mas como são muitas sacolas iguais, pode haver confusão.

Provadores
A depender do dia que você vai, os provadores terão filas maiores que as da Disney. Então das duas uma: escolha tudo que você pretende comprar e vá somente uma vez ao provador OU compre, vá para o hotel e prove com calma. Se não deu certo é só voltar na loja e trocar ou receber o dinheiro de volta. Mas atenção!!! Você não pode retirar a etiqueta do produto. Uma vez que retirar a etiqueta, o produto passa a ser seu. Então se for levar para o hotel para provar, sem problemas. Só não tire a etiqueta do produto, do contrário não poderá trocar ou extornar a compra.
Ah, e lembre-se que o sistema dos USA é métrico. Então os números de tênis, camisas, blusas, etc. é totalmente diferente do nosso. Eu por exemplo calço 43 (algumas formas 44) no Brasil, já nos USA é 11 11/5.

“Falando em extornar compras, é um processo fácil?”
Posso falar somente com brinquedos. Comprei um e me arrependi e fui devolver. Foi muito rápido e simples. Entreguei, disse que me arrependi, me devolveram o dinheiro sem questionar.

“Orlando ou Miami? Onde é mais barato?”
Mais uma vez ressalto que falo da minha experiência nesta única viagem. E nesta única viagem, os preços mais em conta que encontrei foram em Orlando, inclusive porque o imposto em Orlando é menor que em Miami, então isto também ajudou.

“Viu? Gostou? Compre!”
Não faça como eu que perdi um celular por causa de 20 dólares. Aliás, não foi somente esta a furada que me meti. Eu também encontrei, no primeiro dia, uma mochila linda, maravilhosa (sou louco por mochilas) da Swissgear por 49 doletas. Velho, este preço não existe. Ela custa mais de 300 reais… E eu não comprei Smiley chorando  Mas comprei uma mochila de ataque na loja da Asics, muito barata tmb. Smiley de boca aberta

Então é isso amigos. Espero que tenha podido dar uma orientação, um primeiro passo, uma ajuda enfim.
Como falei não sou especialista em compras, longe disso. Só dei minhas impressões e das lojas que eu pesquisei.

“E os vendedores? Como são?”
A maioria são muito atenciosos e adoram brasileiros (lógico, somos os que mais gastamos..), fazem tudo para tentar te entender e quando não entendem chamam alguem que falam espanhol para ajudar. Então não se preocupe.

Abs e boas compras!

R.M.

In God we trust!

Post escrito ao som de John Lennon, Roxette, Adoniran Barbosa e Toquinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s