Região dos Lagos

Olá amigos viajantes, saudações!!!

 

Estamos na região X (dez em romanos e não a letra) do Chile; ou região dos Lagos. Antes de chegamos na rodoviária, dava para entender porque a região recebeu esse nome: passamos por lagos lindíssimos, muitos mesmo.

A 20km do centro, está o segundo maior lago do Chile o Lago Llanquihue, com 86.000ha, margeando as cidades de Puerto Varas, Frutilar e Puerto Octay.

Seu nome indígena significa submergir ou ficar submerso.

 

 

Mapa da Regiao X (Regiao dos Lagos)

 

 

Esse é um excelente destino para os que procuram paz, sossego e tranqüilidade, unido a beleza descomunal. Para os que quiserem, também tem muitas opções para turismo de aventura.

 

         Vamos saber um pouco mais sobre Puerto Montt?

 


 

REGIÃO DOS LAGOS

 

Puerto Montt é a capital da Região dos Lagos. Tem, aprox., 110mil habitantes sendo uma das cidades mais desenvolvidas da região.


PUERTO MONTT

 

Localizada a 1020 kms. ao sul de Santiago este centro urbano fica às margens do Golfo de Reloncavi.

Seu nome, foi em homenagem ao ex presidente chileno (1851 a 1861) Manoel Montt

 

Puerto Montt foi colonizada por alemães, em meados do século XIX, o que acabou influenciando na arquitetura e culinária. É notório, basta dar uma volta na cidade.

Entre seus principais atrativos, estão o  vulcão Osorno – que na verdade pertence a Puerto Varas, mas surge imponente no horizonte de Puerto Montt –, a Bahia de Puerto Montt e a catedral, erguida em 1856, feita interiamente de madeira e inspirada no Partenon de Atenas

 

Além disso, Puerto Montt é principal ponto de ligação até as cidades centrais, como Pucón, Ososrno, Santiago e Bariloche, na Argentina.

 


 

 

Assim que pegamos o mapa com a Chilena, sentamos para ver o que iríamos fazer na cidade; o dinheiro estava curto e, infelizmente, tínhamos que escolher o que fazer.

         Enquanto procurava o que fazer, vi muitos colegas que estavam conosco no ônibus, guardando as mochilas no guarda volumes (estes de rodoviária) e indo passear pela cidade.

         Não pensei duas vezes e fiz o mesmo.

 

Antes de sair para rodar pela cidade, fui comprar as passagens para Bariloche (Argentina).

Compramos a passagem para a noite. Bariloche estava somente a 07 horas de viagem e viajando a noite, ganhamos tempo e não precisamos gastar com hospedagem.

 

         Feito isso, hora de rodar pela cidade. O Ososrno aparece imponente no horizonte. Ele é absolutamente lindo.

Logo nos dirigimos a SENATUR para obter informações para visitá-lo.

 

         Somos orientados a pegar um busão para Puerto Varas, que fica vizinho.

Puerto Varas está para Puerto Montt, como Niterói está para o Rio de Janeiro. A passagem custa CP$ 500,00 cada.

 

         Puerto Varas é uma pequena cidade, muito bonita, quase cinematográfica. Com suas casinhas feitas de madeira, conhecidas como “casas de boneca”, influência da colonização alemã.

 

 

Casa típica em Puerto Varas

 

 

         Nem bem chegamos à cidade e nos deparamos com agências de turismo oferecendo excursões para o Osorno. Tem para todos os gostos, até uma escalada ao topo do Osorno e seus imponentes 2.661m.

 

         O Osorno é considerado vulcão adormecido. Sua última erupção ocorreu em 1835.

 

         Para escalar o Osorno, é necessário equipamento especial (que pode ser alugado) e um bom preparo físico; experiência em treking na neve também ajuda, pois ele conserva uma boa camada de neve entre o meio e o topo (no verão).

 

 

O Imponente Osorno

 

 

         Os preços em excursão (para escalada) variam entre US$ 200 e US$ 300. Claro que nós não fizemos… Mas que deu vontade, deu.

 

         Na base do Osorno, existe uma área de camping, porem, a estrutura não é lá das melhores. Tem também os refúgios (como os de Paine), estes, mais caros.

 

         Em seguida, fomos dar um pulo nas margens do lago Llanquihue. Muito bonito e tranqüilo, é um passeio que vale a pena fazer. Andar pelo lago, vendo o Osorno ao fundo, não tem como descrever.

 

 

Lago Llanquihue com e Osorno ao fundo

 

 

O tempo passa rápido e já temos que voltar para Purto Montt para seguir para Bariloche.

 

Pegamos o micro ônibus, e chegamos na rodoviária. Pegamos o busão e seguimos caminho para Bariloche.

 

 

No próximo post:

 

Bariloche cosmopolita;

 

Abs

 

Rômulo Murdock

 

FORÇA SEMPRE

 

In God we trust!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s